Câmara Municipal retorna do recesso recebendo novos Projetos de Lei.

Vereadores voltaram do recesso parlamentar na Câmara Municipal de Juripiranga nesta última quarta-feira dia 07 de agosto, dando início aos trabalhos do segundo semestre do ano legislativo.

Com a exceção do vereador Sérgio Cabral, que justificou a sua ausência, os demais vereadores marcaram presença na sessão ordinária.

E já na primeira sessão ordinária, foram recebidos e lidos projetos de lei de autoria do Poder Executivo.

O PL 010/2019 que autoriza a abertura de crédito especial no orçamento de 2019 para ser aplicado na Secretaria Municipal de Educação por meio da dotação de recursos para a construção de unidades de educação, bem como a aquisição de equipamentos para a educação e gastos com manutenção com recursos oriundos de precatórios do Fundef que já se encontram a disposição do município.

Já o PL011/2019 prevê alteração de dispositivo da Lei Municipal 533/2013, que criou no âmbito do município o Prêmio de Qualidade e Inovação – PMAQ/AB.

Ambos foram encaminhados para as comissões competentes afim de que emitam seus pareceres os mesmos.

No Grande Expediente, o vereador Ademilson Chaves citou em sua fala a importância da volta do recesso já com dois projetos importantes em pauta de grande valia para a população.

O vereador Edson Manoel dos Anjos solicitou a ajuda dos colegas vereadores para juntamente com o prefeito, encontrar uma solução na infraestrutura da Rua do Açude Velho, que segundo ele, precisa de melhorias no acesso, sendo este um apelo da população da localidade.

O vereador Caio Neto falou das acusações nas redes sociais contra o secretário Ino Lucas, explicando que nenhuma ilegalidade foi cometida, tendo o pedreiro sido contratado fora do seu expediente de trabalho, não acarretando nenhum problema, taxando as postagens da oposição como caluniosas, que buscam apenas denegrir a imagem do secretário e da atual gestão.

Defendeu o PL 010/2019 que será um recurso que aprovado será utilizado na área da educação, com a construção da creche e aquisição de materiais permanentes.

O vereador Rozil Pereira relatou que as denúncias sobre o caso do secretário foram dos próprios moradores, falando também que a situação do pedreiro precisa ser comprovada com recibos para ficar mais esclarecido. O mesmo também falou de atendimentos na área da saúde que estão deixando a desejar como socorros a pacientes. O presidente Tiago Mariz pediu uma parte na fala do vereador Rozil Pereira que prontamente concedeu. O chefe do Legislativo Municipal concordou com as palavras do vereador Rozil, dizendo que os profissionais da saúde precisam de uma melhor capacitação no atendimento, sendo também acompanhado na opinião pelo vereador Elton José que concordou com os colegas acerca do problema.

Caio Neto voltou a usar da palavra para também concordar com o vereador Rozil sobre os problemas no atendimento na área da saúde, dizendo que os vereadores sejam de situação ou oposição podem denunciar e relatar os problemas para resolver o mais rápido possível. Falou também sobre a disponibilidade das máquinas na atual gestão que serve para toda a população indistintamente e sem barreiras entre Juripiranga e Ibiranga. Por fim, solicitou a convocação do secretário Ino Lucas para comparecer ao plenário da Câmara para prestar esclarecimentos sobre as denúncias, colocando a solicitação em votação, a qual foi aprovada por unanimidade, ficando o compromisso do secretário em comparecer na próxima sessão.

O vereador Ademilson Chaves voltou a usar a palavra para falar sobre os problemas na saúde citados pelos colegas, citando o caso da ambulância que quebrou ao passar num riacho cheio por conta das chuvas, chamando o motorista de irresponsável e que por conta disso deve ser punido.

E não tendo mais nenhum vereador a falar no Grande Expediente, o presidente Tiago Mariz encerrou a sessão.

Realização: Câmara Municipal de Juripiranga, Casa Caio Correia de Araújo.

 

COMPARTILHAR