Projetos de Lei do Executivo Municipal e requerimento legislativo são aprovados em sessão ordinária.

Vereadores se reuniram mais uma vez na Câmara Municipal de Juripiranga em sessão ordinária nesta última quarta-feira dia 04 de setembro, para analisar e discutir matérias em trâmite na Casa.

Com a exceção do vereador Rozil Pereira, que justificou a sua ausência, os demais compareceram a sessão.

Dando início aos trabalhos, foi lida a ata da sessão anterior e em seguida a chamada dos vereadores.

Na sequência foi lida a pauta do dia, com a apresentação dos pareceres da Comissão de Justiça e Redação sobre o PL 012/2019 que cria no âmbito do município, o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas e o PL 013/2019 que firma convênio com a Fundação Napoleão Laureano, mantenedora do Hospital Napoleão Laureano de João Pessoa, para repasses financeiros mensais por parte do município a título de subvenção. Ambos os projetos tiveram pareceres favoráveis, ficando assim aptos à serem discutidos e votados em plenário. Levados a discussão e não tendo vereador que questionasse, os mesmos foram votados e aprovados por unanimidade, habilitando os projetos para discussão e votação. Os PLs 012/2019 e 013/2019 foram então submetidos a discussão e, não tendo questionamentos, foram levados a votação e aprovados por unanimidade, sendo encaminhados para a sanção do prefeito.

Ainda durante a sessão foi apresentado um requerimento de autoria do vereador Edson Manoel dos Anjos que solicitou a concessão de título de cidadão honorário aos senhores José Antônio Batista dos Santos e Anderson Cardoso de Souza, a ser concedido em sessão solene na Câmara Municipal pelos relevantes serviços como atletas de futebol, que levam o nome de Juripiranga para toda a região. Na discussão sobre o requerimento, o vereador Edson Manoel dos Anjos defendeu a sua proposta colocando que os jovens desportistas José Antônio Batista dos Santos e Anderson Cardoso de Souza o procuraram para sugerir a indicação e ele prontamente elaborou juntamente com os funcionários da Câmara.

Antes da apreciação, o presidente Tiago Mariz disse estar feliz pela proposta do requerimento do vereador Edson Manoel dos Anjos, destacando que os jovens tem todo o merecimento. Após a discussão, o requerimento foi colocado em votação, sendo aprovado por unanimidade.

O vereador Edson Manoel dos Anjos agradeceu o apoio dos vereadores pela a aprovação do requerimento.

No Grande Expediente, o vereador Ademilson Chaves falou sobre o respeito e a consideração dos vereadores com a aprovação do requerimento do vereador Edson Manoel dos Anjos sendo mostrados com a aprovação por unanimidade da matéria, destacando que não há partidarismo quando o assunto é o reconhecimento de quem faz pelo município, dizendo que a aprovação da propositura foi merecida. Também falou sobre os comentários que circulam na cidade sobre as acusações de que o jovem Danilo, que é familiar do secretário de planejamento e administração de Juripiranga, Osmar Anízio, teria recebido a importância de 500 reais por fornecimento de água ao município, informando que o mesmo não presta tal serviço. O vereador Ademilson Chaves  disse ainda que na função de parlamentar e fiscalizador do erário público, fez uma investigação nos setor de compras da Prefeitura de Juripiranga e constatou que quem presta serviço de fornecimento de água no município é outra pessoa, o popular Sr Bel, que  venceu o processo licitatório municipal para executar o serviço, ressaltando que o assunto não passa de um boato infundado e irresponsável feito por pessoas que tentam denegrir a imagem da família do secretário Osmar Anízio. O presidente Tiago Mariz pediu uma parte na fala do vereador Ademilson Chaves para dizer que a acusação feita terá que ser comprovada documentalmente e, se caso não se tenham estas provas, que o acusador se retrate pedindo publicamente desculpas, caso contrário, o mesmo será processado pelas vítimas destas acusações. O vereador Ademilson Chaves voltou a falar corroborando com as palavras do presidente Tiago Mariz, dizendo que o acusador deve pensar bem antes de abrir a boca para lançar publicamente suas denúncias, podendo ser interpelado judicialmente por conta de calúnias.

Por fim, o presidente Tiago Mariz pediu responsabilidade e respeito, por que segundo ele, as palavras lançadas causam consequências, para o bem ou para o mal, desejando um bom feriado à todos e encerrando a sessão.

Realização: Câmara Municipal de Juripiranga, Casa Caio Correia de Araújo.

COMPARTILHAR