Projetos de Lei do Executivo são aprovados em 2ª votação.

7
views

Em mais uma sessão ocorrida na noite desta última quarta-feira dia 08 de novembro na Câmara Municipal de Juripiranga, vereadores se reuniram em mais uma sessão ordinária com o objetivo de apreciar projetos em tramitação na Casa.

Com a exceção do vereador Claudinho que teve sua ausência justificada, os demais vereadores estavam presentes na sessão.
Iniciando os trabalhos, o presidente da Casa Tiago Mariz, solicitou que o primeiro secretário da mesa diretora, o vereador Caio Neto, fizesse a leitura da ata da sessão anterior e em seguida fizesse a chamada dos vereadores.

Dando continuidade, o vereador Caio Neto apresentou a pauta da sessão composta por projetos de lei de autoria do Poder Executivo que estavam em tramitação na Casa, tendo sidos apreciados em 1ª discussão e votação e aprovados por unanimidade, restando aos mesmos 2ª discussão e votação.

os PLs 024/2017 que prevê alteração da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o exercício do ano de 2018, o PL 025/2017 que define o PPA (Plano Plurianual) para o período 2018/2021 e o PL 026/2017 que estabelece a Lei Orçamentária Anual (LOA), foram levados ao plenário para a 2ª discussão e não tendo vereador que fizesse qualquer questionamento, todos foram levados a 2ª votação, aprovados por unanimidade e encaminhados a sanção do Poder Executivo.

No Grande Expediente, momento em que os vereadores se utilizam da tribuna para discursar, o presidente Tiago Mariz aproveitou para explicar alguns fatos ocorridos na Saúde de Juripiranga, como a situação das ambulâncias que se encontravam com problemas e que passaram por conserto, ficando aptas para voltar a circular transportando pacientes.

Porém segundo ele, na primeira semana de uso após a revisão dos veículos, a irresponsabilidade de alguns funcionários fez com que uma das ambulâncias tivesse esquento de motor, causando a interrupção mais uma vez do veículo. Para ele, a gestão municipal deverá tomar medidas rígidas e abrir uma sindicância para investigar o procedimento destes funcionários e, se confirmando o mau uso de propósito por parte dos mesmos que sejam punidos e que arquem com os prejuízos, colocando o seu apoio ao prefeito na tomada das medidas cabíveis.

Ele também reforçou que a população que ainda não fez o seu cadastramento biométrico compareça e não deixe para a última hora, pois o prazo já está se acabando, indo até o próximo dia 30 de novembro.

Por fim encerrou a sessão desejando uma boa noite aos presentes.

Realização: Câmara Municipal de Juripiranga, Casa Caio Correia de Araújo.