Sessão extraordinária é realizada para apreciar projeto de reajuste do salário dos servidores municipais.

12
views

O ano de 2017 foi marcante para a Câmara Municipal de Juripiranga. Numa quantidade recorde de apreciações, diversos projetos de autoria do Poder Executivo e Legislativo foram discutidos, analisados e aprovados em reuniões ordinárias e extraordinárias, contribuindo com o desenvolvimento estruturante e administrativo da cidade.

E 2018 promete ser mais um ano de grande movimentação e muito trabalho na Casa Caio Correia de Araújo.

Mesmo antes da volta do recesso parlamentar, vereadores se reuniram nesta quinta-feira dia 11 de janeiro após convocação extraordinária para tratar de matéria expedida pelo Poder Executivo em regime de urgência urgentíssima.

Compareceram a sessão extraordinária, os vereadores Caio Neto, Ademilson Chaves, Caio da Costa Araújo, José Cláudio Cândido, Edson Manoel dos Anjos e o presidente Tiago Mariz.

Depois da leitura da ata da sessão anterior e da chamada dos vereadores, o primeiro secretário da Casa, o vereador Caio Neto apresentou o Projeto de Lei 001/2018 de autoria do Poder Executivo, que dispõe do vencimento básico dos servidores públicos municipais efetivos e/ou prestadores de serviços, aposentados e pensionistas, com foco no piso salarial nacional vigente.

Após a apresentação da matéria, o presidente Tiago Mariz encaminhou o PL 001/2018 para as comissões competentes, onde tramitará em regime de urgência urgentíssima.

Durante o Grande Expediente, o vereador Ademilson Chaves explicou que a apreciação do referido projeto faz parte das primeiras designações dos poderes Executivo e Legislativo, afim de enquadrar o salário dos servidores municipais no reajuste do salário mínimo nacional determinado pelo Governo Federal que entrou em vigor no dia 01 de janeiro. O vereador questionou o valor do aumento do salário mínimo dado pelo Governo Federal que passou de R$ 937 para R$ 954 reais, um acréscimo de R$ 17 reais, segundo ele muito aquém do custo de vida do povo brasileiro, alertando para o fato de que se continuar com a política econômica nacional atual em breve teremos gasolina a R$ 5 reais e botijão por R$ 100 reais, o que tem dificultado e muito a vida da população mais carente e repudiando veementemente o aumento do salário mínimo dado pelo Governo Federal.

O presidente Tiago Mariz endossou as palavras do vereador Ademilson Chaves, destacando que a grande maioria dos trabalhadores recebe o salário mínimo e classificou como decepcionante o reajuste dado pelo Governo Federal. Agradeceu a participação da população durante a sessão solene do dia 22 de dezembro de 2017 que homenageou personalidades e autoridades que trabalharam e trabalham por Juripiranga.

Encerrou a sessão extraordinária convocando os vereadores para mais uma sessão na próxima terça-feira dia 16 de janeiro a fim de votar os pareceres do PL 001/2018 e possivelmente apreciar e votar em turno único o projeto e encaminhá-lo o mais rápido possível para a sanção do prefeito para que possa já ser aplicado na folha de pagamento do próximo mês.

Realização: Câmara Municipal de Juripiranga, Casa Caio Correia de Araújo